BlogBlogs.Com.Br

PERMITA-SE

Postado por olavo ferreira 11 de nov de 2011




Não, minha religião não é personificada em igrejas, minha religião está além disso. Minha religião está na fé que tenho em Deus, não na igreja. Minha religião é a fé que tenho em mim. É permitir-me. Sorrir, ser feliz. Minha religião é um perfume, uma boa música.É caminhar pelas calçadas e saber retirar de cada passo que dou um pouco de alegria. Minha religião é comer, deliciar-me com tudo de bom que a vida pode me oferecer. Minha religião é a minha vida. Segui-la, pra mim, é a coisa mais fácil, depende unicamente de mim fazer o que está ao meu alcance pra torná-la melhor, pra fazê-la vida, deveras.

É tudo tão simples, tudo tão fácil. Tudo dá certo quando está tudo certo. E não é difícil deixar as coisas certas, como devem ser.
Se existe algo no mundo mais fácil do que deleitar-se num banho frio, e vestir aquela roupa perfumada, até hoje ainda não aprendi a fazê-lo. É tudo de uma simplicidade palpável, e infelizmente muitas pessoas não percebem que a felicidade está nas mínimas coisas.

Ser equilibrado, não é ter uma vida perfeita. Ser equilibrado é, justamente, permitir-se. Comer sem medo de engordar; emagrecer sem ter que se privar daquilo que gostamos; rir de coisas sem graça; sorrir sem motivo. Tudo é tão intrínseco, principalmente os motivos que nos levam a sorrir, não precisamos dar satisfações a respeito de nossas expressões faciais.

Permitir-se é dizer “eu te amo” a um amigo, ou a uma amiga, sem medo de que aquilo possa transpassar outra espécie de sentimento. Permitir-se é viver intensamente cada minuto. Ser ébrio, e saber ter sobriedade nos momentos que a requerem. Permitir-se não é ter uma vida estreme de problemas, mas sim saber que eles fazem parte da vida, e que nada nem ninguém têm o poder de resolvê-los, além, claro, de nós mesmos.

Permitir-se não é uma atitude, é uma religião que, acima de tudo, nos valoriza e valoriza os meios que usamos para viver. Sem cobranças, permita-se... Permita-se ser amigo. Permita-se amar. Permita-se perdoar, mesmo aquelas coisas que parecem não ter perdão. Enfim, permita-se se permitir. A vida é muito maior do que qualquer coisa, é nosso bem mais precioso. A vida passa rápido demais, é como um frasco de perfume... Quando menos esperamos, acaba. A diferença é que não podemos comprar outra vida como compramos um frasco de perfume. Então, por isso tudo, permita-se.

Paulo Roberto Genro Filho

2 comentários

  1. Nossa, eu literalmente adorei o conteúdo do seu blog, aliás tenho visto que é difícil encontrar blogs assim. Já estou te seguindo e pretendo voltar sempre aqui para ler com mais calma outros textos que vc postou cujos títulos me interessaram. Se tiver um tempo visita o meu tb, um abraço, Rebeca.

    rebeca-mello.blogspot.com

    Posted on 22 de novembro de 2011 07:39

     
  2. Olá Rebeca,

    Obrigado....quando quiser volte sempre.

    Ah sim...estou te seguindo no seu blog também.

    Abraços

    Olavo

    Posted on 22 de novembro de 2011 18:03

     

Postar um comentário

SÓ NÃO PUBLICAREI COMENTÁRIOS COM PALAVRÕES E XINGAMENTOS.

Related Posts with Thumbnails

Recentes

Comentários

+Comentados

Widget UsuárioCompulsivo

Sacrificar-se em favor de quem nem conhecemos, vencendo o mal com o bem
BlogBlogs.Com.Br