BlogBlogs.Com.Br

Não quero envelhecer!

Nos últimos tempos, tenho aprendido a escrever e a gostar de escrever, muitas vezes até escrevendo sem saber o que escrever, só Freud explica....risos...
An ordered list

ENCONTRO NO CAMINHO

UM ENCONTRO ONDE SOMOS CONVIDADOS A SEGUIR O EXEMPLO DE JESUS, INCLUINDO OS EXCLUIDOS, OS FRACOS E VULNERAVÉIS, A CONFRONTAR A HIPOCRISIA E A GANÂNCIA, E A OBEDECER O MAIOR DE TODOS OS MANDAMENTOS AMAR O PRÓXIMO COMO A NOS MESMOS.
Encontro no caminho

SERIE GUITAR - ERIC JOHNSON - MANHATTAN

14 de abr de 2010

SERVIR A DEUS É SERVIR A DEUS



Lembro-me de quando ainda “pequeno”, meu avo me ensinava o que era servir a Deus, e ele dizia: Servi a Deus é servi a Deus...e sinceramente eu não entendia o que ele dizia, e até depois de “grande” continuei a não entender essa frase: “Servir a Deus é servir a Deus”.

Tanto que passei longos anos de minha vida, fazendo o que me foi ensinado como o que era “servir a Deus”.

Foi-me ensinado que “Servir a Deus” era:

1)Ir a igreja

2)Dar o dizimo

3)Observar o estatuto da igreja

4)Obedecer o pastor

5)Pertencer a um grupo (jovens, coral, oração, missão, casados e por ai vai)

6)Domingo era dia do Senhor

7)Almejar uma função eclesiástica (diácono, presbítero, pastor, bispo e agora apostolo)

E olha que fui o mais carola de todos os carolas, fiz tudo isso da maneira mais metódica, que alguém pode fazer, e descobri depois de alguns anos, que não é nada disso que Deus espera de nos.

Tudo isso acaba nos fazendo mais religiosos, nos fazendo mais vitrine de admiração para alguns, até meu antigo pastor quando me via de terno na igreja dizia: Vejam isso sim é um modelo de jovem de Deus....

Mas a grande verdade, é que dentro de mim, nunca a frase de meu avo, fez coerência com tudo aquilo que buscava e vivia.

Com isso fui me aprofundando mais e mais neste mundo evangélico de como servir a Deus, na esperança de entender o que significava “Servir a Deus é Servir a Deus”, olhava para os meus lideres e dizia: Um dia chego lá...e cheguei...freqüentei os bastidores da fé, os camarins e vi tanta gente que se revelavam com seus sinais exteriores de poder, riqueza, fama e gloria , alguns discutindo com os outros, qual modelo de carro iria comprar (BMW, Mercedes, Audi), outros qual o modelo de helicóptero mais adequado e os mais bam-bam-bam que tipo de jato compraria...tudo conquistado em cima de um povo que é na verdade massa de manobra nas mãos destes poderosos e vendilhões da fé.

Com estes tipos de exemplos, comecei a distanciar dessa busca evangélica de “Servir a Deus”, comecei a entender outros parâmetros do que o meu avo dizia: “Servir a Deus é servir a Deus”.

Hoje não sirvo mais a Deus na ótica evangélica, hoje entendo o que meu avo me dizia, e sirvo a Deus verdadeiramente, e alguém me perguntaria como?

Hoje sirvo a Deus com um abraço no meu próximo, com um passeio no parque com minhas filhas, com um beijo cheio de amor e paixão em minha esposa, em minhas pescarias fabulosas, no meu trabalho, em minha torcida em um jogo do São Paulo, numa tarde com meus amigos, sendo apenas eu, com meus erros e acertos, com minhas partes boas e ruins, hora sendo o bom samaritano e hora nem tão bom assim, enfim sirvo a Deus, servindo-o com tudo o que eu sou, faço, e em toda hora.


Servir a Deus hoje pra mim, não está mais resumida em templo, domingo, sacerdote ou liturgia, mas sim em tudo o que a vida tem para oferecer, isso sim é servir a Deus.

É vovo você tinha razão: Servir a Deus é servir a Deus...e não há invencionismos humanos.


Olavo

2 de abr de 2010
Related Posts with Thumbnails

Recentes

Comentários

+Comentados

Widget UsuárioCompulsivo

Sacrificar-se em favor de quem nem conhecemos, vencendo o mal com o bem
BlogBlogs.Com.Br